C   redit
Para uns,
o amor
transborda.
Para outros,
derrama.
Eu me chamo Antônio
Ela sorri fácil, isso eu já notei, então penso alguns segundos sobre que tipo asqueroso de babaca faz aquele tipo de garota chorar.
Gabito Nunes.
E nessa loucura de dizer que não te quero, vou negando as aparências, disfarçando as evidências. Mas para que viver fingindo se eu não posso enganar meu coração. Eu sei que te amo, chega de mentiras de negar o meu desejo. Eu te quero mais do que tudo, eu preciso do seu beijo, eu entrego a minha vida para você fazer o que quiser de mim, só quero ouvir você dizer que sim. Diz que é verdade, que tem saudade, que ainda você pensa muito em mim. Diz que é verdade, que tem saudade, que ainda você quer viver pra mim.
Evidências.  
Coloca o mundo no mudo e escuta teu coração.
Luara Quaresma. 
Era difícil e raro o meu amor sair da toca. Quando saía, era quase sempre um equívoco. Acontecia que eu me cansava de prender o amor e acabava deixando ele sair; ele precisava ir pra algum lugar. Daí, como de costume, começavam as encrencas.
Charles Bukowski. 
Quantas chances de viver loucuras memoráveis a gente desperdiça com essa mania besta de pensar?
Gabito Nunes.
Que a gente tenha: Astral bonito. Prece nos lábios. Saudade mansinha. Fé no futuro. Delicadeza nos gestos. Conversa que cura. Cotidiano enfeitado. Firmeza nos passos. Sonhos que salvam.
Caio Fernando Abreu. 
Lindo é quando alguém escolhe pousar do teu lado podendo voar. Podendo até encontrar outros ninhos, outros caminhos, escolhe ficar…
Caio Fernando de Abreu
Dói menos arquivar as coisas do que conviver com elas.
Antes do Pôr-do-Sol.